Associação dos Amigos do Casarão da Várzea • Associação de Pais e Mestres do Colégio Militar de Porto Alegre
Slider
Slider

19 de novembro - Dia da Bandeira

 

A atual bandeira do Brasil foi criada quatro dias após a Proclamação da República, em 19 de novembro de 1889. Desenhada pelo pintor Décio Vilares e projetada por Raimundo Teixeira Mendes e por Miguel Lemos, assessorado pelo astrônomo Manuel Pereira Reis, a Bandeira Nacional, tal como a conhecemos atualmente, é uma adaptação da antiga bandeira do império brasileiro, que havia sido desenhada pelo pintor francês Jean Baptiste Debret. O escudo imperial português foi substituído pelo círculo azul com estrelas brancas, onde se encontra a divisa positivista “Ordem e Progresso”.

As estrelas, que representam os estados e o Distrito Federal, e a faixa branca estão de acordo, respectivamente, com os astros e o azimute no céu carioca na manhã de 15 de novembro de 1889, às 08h30, e devem ser consideradas como vistas por um observador situado fora da esfera celeste. A inscrição “Ordem e Progresso” é uma forma abreviada do lema positivista cujo autor é o francês Auguste Comte: O Amor por princípio e a Ordem por base; o Progresso por fim (em francês: L’amour pour principe et l’ordre pour base; le progrès pour but).

Somente 17 anos depois, a Bandeira Nacional ganhou o Hino. Surgiu de um pedido do prefeito do Rio de Janeiro, Francisco Pereira Passos, ao poeta Olavo Bilac e ao prof. Francisco Braga. Foi apresentado pela primeira vez em 1906.